lousada

 

Até ao próximo dia 10 de setembro, o concelho de Lousada acolhe um grupo de 25 jovens de oito países – Alemanha, Espanha, França, Itália, Polónia, República Checa, Rússia e Portugal -, que ali participam no Campo de Voluntariado Internacional. A iniciativa é organizada pela APRISOF – Associação de Proteção dos Rios Sousa e Ferreira, pela Associação BioLiving e o Município de Lousada, com apoio do IPDJ – Instituto Português do Desporto e Juventude, e visa o trabalho ambiental voluntário.

Este é o quinto campo deste tipo organizado em Lousada, e o décimo coordenado pela Associação BioLiving. Depois das outras edições se terem dedicado ao controlo de espécies exóticas invasoras e ao restauro ecológico de rios e florestas, este campo traz muitas novidades. O principal enfoque é aliar a conservação da natureza à pedagogia e à inclusão, através da construção de estruturas ecológicas que facilitarão a exploração sensorial e didática da Mata de Vilar por parte de públicos portadores de deficiência, crianças e idosos. Assim, a Mata de Vilar e a Paisagem Protegida Local do Sousa Superior ficarão enriquecidas com equipamento florestal original, destinado à educação inclusiva ao ar livre. Estas construções contarão com um Dia Aberto à participação de todos os interessados, no sábado dia 4 de setembro.

Como habitualmente, o plano de trabalhos inclui ainda um segundo Dia Aberto, no domingo 5 de setembro, na Foz do Sousa, para remoção de espécies exóticas invasoras aquáticas.

Apesar das restrições da pandemia, que obrigará os participantes à realização de um conjunto de quatro testes COVID-19 e ao reforço de todos os cuidados de higiene e segurança, o campo será um momento de enriquecimento cultural. Os jovens poderão conhecer melhor a gastronomia e cultura da região e do país, com visitas aos concelhos de Lousada, Gondomar e Paredes, à histórica cidade de Guimarães, a vários museus, e com a participação em jogos e atividades lúdicas de promoção da interculturalidade.

O campo intitula-se EcoManuela, em homenagem ao relevante trabalho associativo e de defesa do ambiente realizado pela antiga presidente da APRISOF, Manuela Faria, falecida em 2020.

Os jovens portugueses interessados em voluntariado ambiental têm também diversas oportunidades disponíveis junto dos parceiros organizadores deste campo.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *