AG Pac25 11 21
Assembleia Geral reuniu meia centena de associados pacenses

Meia centena de associados do FC Paços de Ferreira aprovaram esta noite, por unanimidade, as contas da SDUQ/Clube relativas ao exercício de 1 de julho 2020 a 30 de junho de 2021 e que refletiram um saldo negativo de um milhão e vinte mil euros.
O resultado reflete o período difícil vivido pelas sociedades desportivas, confrontadas com todas as restrições e despesas/investimentos obrigatórios causados pela pandemia. A adaptação do Estádio devido à Covid, os quase 200 mil euros de despesas em testes obrigatórios, o aumento das despesas com a logística de funcionamento do Clube e a drástica diminuição das receitas, inclusive de quotização dos associados, foram algumas das justificações dadas para o resultado apresentado. O aumento em quase um milhão de euros com o orçamento para o plantel e treinadores e os quase dois milhões e novecentos mil euros de impostos pagos nesse período também foram demonstrados aos associados, a quem foi explicado que neste exercício ainda não entraram as receitas relativas à participação europeia do clube e à venda do atleta Douglas Tanque.
De qualquer forma, do total negativo apresentado, apenas 264 mil euros correspondem a prejuízo efetivo operacional (todas as despesas e receitas), enquanto 933 mil euros são relativos a amortizações e depreciações (cota anual relativa aos investimentos).
As contas apresentadas tiveram o parecer favorável do Revisor Oficial de Contas e do Conselho Fiscal do Clube, um voto de confiança à direção presidida por Paulo Meneses, que foi extensivo aos sócios pacenses presentes, pois votaram por unanimidade a aprovação das mesmas.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.