As eleições concelhias do Partido Social Democrata (PSD) de Paços de Ferreira, para definir a nova Comissão Política e Mesa de Assembleia, estavam agendadas para sábado, mas foram adiadas porque não foram entregues quaisquer listas candidatas.

Os interessados em liderar os destinos do partido tinham de ser apresentados até à meia noite de quarta-feira, mas não foram enviadas candidaturas.

“O processo eleitoral estava inicialmente marcado para julho, mas como as eleições distritais iam acontecer a 27 de junho foi decidido juntar as duas, o que eliminou o tempo de preparação”, explicou ao IMEDIATO o líder concelhio demissionário, Joaquim Pinto.

Segundo o mesmo, existia uma lista em preparação, mas esta entendeu que “o tempo era pouco para avançar”, tendo em conta que próxima Comissão Política vai ter a responsabilidade de planear as eleições autárquicas.

Joaquim Pinto também adiantou ao IMEDIATO que não existe uma nova data para as eleições concelhias, “mas têm de ser feitas, o mais tardar, até meados de setembro”, porque nessa altura o partido tem de se começar a preparar para as autárquicas.

Contudo, algo certo é que Joaquim Pinto não se vai recandidatar e liderar novamente os destinos dos sociais democratas pacenses. “Estou a liderar uma lista com dez elementos do concelho para a Assembleia Distrital do Porto, mas é meramente simbólico, quando sair sou substituído”, adiantou.

ouro e prata