Partido Socialista

Dezoito militantes do Partido Socialista (PS) de Penafiel foram expulsos do partido, por “terem integrado listas contrárias”, nas eleições autárquicas de setembro de 2021, “ao arrepio das orientações definidas pelos órgãos competentes do Partido”.

A deliberação foi tomada pela Comissão Nacional de Jurisdição do Partido Socialista e agora anunciada, em comunicado de imprensa, pelo Partido Socialista de Penafiel.

Aquele órgão entendeu que “a integração em atos eleitorais de militantes socialistas em listas contra a orientação do Partido Socialista é uma violação dos Estatutos do Partido Socialista, uma vez que essa integração fragilizou a candidatura apresentada pelo PS, dividiu o universo dos seus militantes e comprometeu necessariamente os resultados eleitorais alcançados pelo Partido, para além de se traduzir numa conduta que acarretou sério prejuízo ao prestígio e bom nome do partido”.

Assim, foram expulsos dois elementos da Freguesia da Capela, 15 da Freguesia de São Mamede de Recezinhos, entre os quais a atual presidente de junta e um da Freguesia de Guilhufe.

O PS de Penafiel dá ainda nota de que “se encontram em curso diversos processos disciplinares dos quais não houve ainda decisão final de militantes dos quais ainda que não integrassem listas contrárias às orientações do PS, apoiaram de forma direta ou indireta essas candidaturas”.

 

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.