Um polícia municipal de Paços de Ferreira foi detido esta quarta-feira por violência doméstica após ter ameaçado a esposa com uma arma de fogo. Presente a tribunal, ficou obrigado a sair da casa que partilhava com a mulher e proibido de se aproximar dela, controlado por pulseira eletrónica.

O mau estar entre o casal terá começado em 2016. Contudo, há cerca de duas semanas, um episódio durante o qual o homem, com 40 anos, terá ameaçado a mulher com uma de fogo, propriedade do seu pai, levou à abertura de um novo inquérito, que terminou com a detenção do polícia municipal que, segundo apurou o JN, se encontra de baixa médica.

O homem foi detido fora de flagrante delito esta quarta-feira, na sequência de um mandado de busca e detenção. Foi presente ao Juiz de Instrução Criminal do Tribunal do Marco de Canaveses na tarde desse mesmo dia e ficou obrigado a abandonar a residência do casal e a não se aproximar da vítima, controlado por pulseira eletrónica.