Com a pandemia de Covid-19, o departamento de formação da Penafiel Activa, empresa municipal, adaptou-se à nova realidade e, desde abril, desenvolveu todo o seu processo formação à distância , envolvendo os seus 240 formandos e 12 formadores em sessões de formações síncronas.

Também o método de divulgação de informação sobre a oferta formativa para o próximo ano letivo foi alterada, com uma aposta nas redes sociais, e-mail e contactos telefónicos junto das psicólogas das escolas.

“Neste âmbito, foi criado um formulário de inscrição on-line que permite ao aluno fazer uma inscrição simples e rápida no curso pretendido, sem ter que, numa primeira fase, se deslocar às nossas instalações”, lê-se no comunicado da autarquia.

A oferta formativa assenta nas seguintes áreas de educação/formação: Curso Técnico/a de Restaurante-Bar; Curso Técnico/a de Cozinha e Pastelaria; Curso Técnico/a de Turismo Ambiental e Rural.

Também o Centro Qualifica da Penafiel Activa teve de recorrer ao ensino à distância, através de plataformas como o Zoom ou Google. “Foi assim possível a certificação de mais de uma dezena de formandos em tempos de confinamento e de estado de emergência, sendo que se prevê que até ao fim do presente mês serão certificados mais três dezenas de formandos”, adiantou a autarquia penafidelense.

E, além das turmas existentes, espera-se a criação de mais uma turma de ensino secundário e de outra de ensino básico, ainda durante este mês.

O Centro Qualifica da Penafiel Activa já formou mais de 1.000 candidatos desde 2017, na sequência da sua missão de melhorar “os níveis de educação e formação dos adultos, contribuindo também para uma melhoria da empregabilidade”.

AEPF Formação Modular