A GNR deteve um homem em Paredes por circular num veículo apreendido e ter na sua posse artigos furtados num centro de saúde e numa junta de freguesia da zona. O homem ficou sujeito a prisão domiciliária.

Em comunicado, a força policial informou que durante uma fiscalização rodoviária, os militares da GNR analisaram o veículo do homem e, ao fiscalizarem os seus documentos, aperceberam-se de que “o veículo se encontrava apreendido, cometendo o condutor um crime de desobediência”.

“No decurso da fiscalização, detetaram no interior da viatura vários artigos que o condutor não soube indicar qual a sua proveniência. Após algumas diligências, apurou-se que o material havia sido furtado do interior de um centro de saúde e do interior de uma junta de freguesia daquele concelho, ambos com recurso a arrombamento de portas”.

As autoridades detiveram o suspeito, de 44 anos e o apreenderam o material encontrado no veículo. Entre as apreensões, a GNR destacou “diversos medicamentos, um cofre, um computador portátil, uma coluna de som e quatro telemóveis”.

O detido já tinha antecedentes criminais pela prática deste crime, tendo já cumprido pena de prisão. Foi presente ao Tribunal de Instrução Criminal do Marco de Canaveses, ficando sujeito a prisão domiciliária, controlado por pulseira eletrónica.