Assinatura para reuniao de camara dos projetos das creches e lares 1 scaled
Fotografia: Município de Paços de Ferreira

O executivo da Câmara Municipal de Paços de Ferreira vai votar, na sua próxima reunião, a realização de  16 novos projetos sociais no concelho, num investimento estimado em 8,6 milhões de euros, que será também alvo de candidatura ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

Segundo um comunicado enviado pela autarquia ao IMEDIATO, o presidente da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, Humberto Brito, assinou esta quarta-feira o despacho que remete a aprovação destes projetos à próxima reunião de câmara.

Em linha estará a instalação de berçários e creches nos centros escolares do concelho, a construção de  uma estrutura residencial para idosos em Carvalhosa, uma residência de autonomização e inclusão e um centro de atividades e capacitação para a inclusão na freguesia de Ferreira.

Estes projetos estão inseridos na candidatura «Nova Geração de Equipamentos e Respostas Sociais – Requalificação e alargamento da rede de equipamentos e respostas sociais» submetida ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

“Num investimento superior a 8,6 milhões de euros, trata-se da maior candidatura de sempre no âmbito das respostas sociais do concelho de Paços de Ferreira (em estruturas ligadas à infância, deficiência e terceira idade). Aprovadas que venham a ser estas candidaturas, Paços de Ferreira terá uma taxa de cobertura referência em termos nacionais”, considera um comunicado da Câmara Municipal de Paços de Ferreira.

Saiba mais sobre os projetos:

Estrutura Residencial para Pessoas Idosas, Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário em Carvalhosa

“O projeto de intervenção social gerontológico tem como contexto de implementação as respostas sociais de Estrutura Residencial para Idosos (ERPI), Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário.

Perante uma maior longevidade da população, aliada ao facto de um grande número de pessoas não terem retaguarda familiar e apresentarem níveis significativos de dependências, pretendemos com este projeto a criação de respostas de apoio social para idosos que têm como objetivos a promoção de autonomia, integração social e saúde”:

– Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI-Carvalhosa) com capacidade para acolher 70 utentes;

– Centro de Dia para 50 utentes;

– Serviço de Apoio Domiciliário para 100 utentes a funcionar sete dias por semana.

Centro de Atividades e Capacitação para a Inclusão (CACI)

“O Centro de Atividades e Capacitação para a Inclusão terá capacidade para acolher 60 utentes e destina-se a pessoas com deficiência, com idade igual ou superior a 18 que não possam por si só, temporária ou permanentemente, dar continuidade ao seu percurso formativo ou exercer uma atividade profissional, ou ainda que se encontrem em processo de inclusão socioprofissional, designadamente entre experiências laborais”, indica a autarquia.

Residências de Autonomização e Inclusão (RAI)

“As Residências de Autonomização e Inclusão terão capacidade para receberem até 15 utentes, sendo destinadas a pessoas com idade igual ou superior a 18 anos, com deficiência e incapacidade que, mediante apoio, possuem capacidade de viver de forma autónoma”, lê-se na nota.

Berçários e Creches dos Centros Escolares

“O projeto de implementação e abertura de berçários e creches nos centros escolares do concelho tem por objetivo facilitar a conciliação da vida familiar e profissional do agregado familiar, colaborar com a família numa partilha de cuidados e responsabilidades em todo o processo evolutivo das crianças, proporcionar condições para o desenvolvimento integral da criança, num ambiente de segurança física e afetiva. O projeto prevê a criação de 578 vagas em berçários e creches em todas as freguesias do concelho.”

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.