IMG 7984 1 scaled

Um incêndio de grandes dimensões consumiu o armazém de madeiras da Maxmat, a loja de materias do construção do Grupo Sonae, situada no concelho de Paredes.

O incêndio deflagrou às 19h12 na loja da cidade de Paredes e consumiu a totalidade do armazém onde são guardadas as madeiras. As chamas tiveram início quando a loja ainda se encontrava aberta ao público, mas os quatro funcionários que se encontravam no local, conseguiram evacuar os clientes que se encontravam na loja, sem que ninguém ficasse ferido.

Quando os Bombeiros Voluntários de Paredes chegaram ao local, parte do armazém – a parte onde são armazenadas placas de madeiras – já estava totalmente tomado pelas chamas. “As chamas ficaram confinadas ao armazém e a rápida intervenção dos bombeiros evitou que se alastrassem à zona da loja”, afirmou José Morais, comandante dos Bombeiros Voluntários de Paredes, acrescentando que foi feito um isolamento da área, “que evitou que as chamas entrassem na loja”. Segundo este responsável pelas operações, “as operações decorreram tranquilamente” e será agora necessário, fazer uma avaliação dos danos provocados pelo incêndio, para que se perceba em que medida as chamas afetaram a zona da loja, de atendimento ao público.

As chamas foram combatidas por 54 elementos das corporações de bombeiros de Paredes, Rebordosa, Cete, Penafiel, Baltar, Freamunde, Paço de Sousa, Lordelo, apoiados por 11 veículos. O incêndio entrou em fase de rescaldo cerca das 10h30, três horas depois de ter iniciado.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *