Detida por abuso sexual e pornografia infantil

A Polícia Judiciária identificou e deteve uma mulher de 29 anos “pela presumível autoria de crimes de abuso sexual e pornografia de menores” entre 2017 e 2018, com a gravação de centenas de imagens da filha menor e posterior publicação em plataformas informáticas.

Em comunicado, a força policial adiantou que o processo decorreu no âmbito de processo titulado pelo Ministério Público/DIAP de Penafiel, depois de alertas de entidades internacionais de publicações de pornografia infantil na Internet.

“Os referidos registos informáticos foram efetuados a partir de endereços de email e acessos registados no nosso país e que mais tarde se veio a apurar terem sido da responsabilidade da agora detida”, informou a PJ.

Assim, foi possível encontrar na posse da jovem “centenas imagens e vídeos da própria filha em poses erotizadas”. Questionada, a arguida assumiu que o conteúdo gravado “lhe proporcionava prazer sexual”.

Já a criança sentia “grande vergonha e sofrimento ao ser submetida àqueles abusos”, que começaram quando tinha nove anos e chegaram a ser partilhados com terceiros.

A detida vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas pelos crimes de abuso sexual e pornografia de menores.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *