Os cinco projetos de lei para a despenalização da morte medicamente assistida, apresentados pelo BE, PAN, PS, Os Verdes e Iniciativa Liberal foram aprovados esta quinta-feira no Parlamento.

O projeto de lei do Partido Socialista reuniu 128 votos a favor, o do Bloco de Esquerda 126 votos, o do PAN 122, enquanto os projetos de lei do PEV e Iniciativa Liberal conseguiram 115 votos a favor cada um. 

Algo comum entre os cinco projetos é que apenas maiores de 18 anos, sem problemas ou doenças mentais, em situação de sofrimento e com doença incurável possam pedir morte medicamente assistida.

Os deputados votaram individualmente, por ordem alfabética, cada um dos projetos.

Recorde-se que, em maio de 2018, quatro projetos de lei para a despenalização da eutanásia (PS, BE, PAN e Os Verdes) foram chumbados pelos deputados.

Há dois anos, o PS reuniu 110 votos a favor, o BE e o PEV 104, enquanto o PAN apenas conseguiu 102 votos positivos no seu projeto de lei.

ouro e prata