AEPF Formação Modular

A Escola Secundária de Paços de Ferreira (ESPF) desmentiu esta segunda-feira rumores que circulavam nas redes sociais sobre alunos da escola estarem isolados devido a terem contraído coronavírus (COVID-19).

Segundo José Valentim Sousa, diretor da escola, “foi efetuada uma publicação e objeto de várias partilhas, dando conta de que existem casos suspeitos e um confirmado na ESPF”.

Ao IMEDIATO, o diretor da ESPF desmentiu a publicação e afirmou que não tem conhecimento de nenhuma infeção entre os alunos, nem de casos suspeitos.

Na publicação em causa, é possível ler que os estudantes “dizem que criaram uma ‘sala de isolamento'” para os casos de coronavírus, mas José Valentim Sousa afirmou que a criação da sala resultou do seguimento de protocolo.

“A área de isolamento mencionada no post foi criada de acordo com o Plano de Contingência implementado em cada Estabelecimento de Ensino”, informou a ESPF nas redes sociais.

Segundo o dirigente, no seguimento do plano de contingência também “foram descritos os procedimentos a adotar pelos alunos, docentes, trabalhadores não docentes e visitantes, bem como as regras de funcionamento, restrição e utilização das instalações”.

AEPF Formação Modular