Untitled 1 3 1

O Programa Nacional para a Promoção da Atividade Física (PNPAF) e a Direção Geral da Saúde divulgaram esta terça-feira uma série de recomendações para os portugueses que estão a fazer isolamento social sem terem sintomas, para travar o progresso do coronavírus no país.

Em comunicado, as duas entidades referem que “reduzir substancialmente a atividade física e/ou aumentar o comportamento sedentário pode ser prejudicial para a saúde, bem-estar e qualidade de vida”.

Assim, de forma a evitar o sedentarismo e inatividade dos portugueses em isolamento social profilático, sem sintomas nem diagnóstico de doença aguda, o PNPAF e a Direção Geral de Saúde deixaram algumas recomendações.

Para manter a atividade física, as duas entidades afirmaram que, segundo a Organização Mundial de Saúde, “todos os adultos saudáveis devem realizar 30 minutos diários de atividade física de intensidade pelo menos moderada, de atividades que promovam a aptidão cardiovascular e o reforço muscular”.

Segundo as duas entidades, para manter a força muscular e equilíbrio, as pessoas em isolamento social profilático devem realizar alguns exercícios com o apoio de cadeiras, garrafas de água, ou apenas com o peso do próprio corpo, disponíveis em https://diabetesemmovimento.wordpress.com/videos/.

Além da meia hora de exercício físico, o PNPAF recomenda que as pessoas “tentem andar o mais possível, realizar as suas atividades domésticas, tratar do seu jardim/horta, e até dançar”.

Em caso de isolamento com crianças, as atividades devem ser pensadas para permitir a expressão física, através de jogos tradicionais como a macaca, jogo do elástico ou saltar à corda, que promovem a aptidão cardiovascular, a força dos músculos e equilíbrio.

Combater o comportamento sedentário

As duas entidades também recomendam que as pessoas em regime de isolamento social profilático devem evitar comportamentos sedentários, como ficar mais de 30 minutos na posição de sentado, reclinado ou deitado.

Também foram deixadas outras recomendações:

  • Levante-se ou ande pela casa enquanto fala ao telemóvel;
  • Levante-se ou ande pela casa durante os intervalos publicitários televisivos;
  • Coloque o comando da televisão a uma distância que o obrigue a levantar-se sempre que o quiser utilizar;
  • Sempre que possível, trabalhe ao computador/tablet alternando as posições de sentado e de pé.
  • Torne o seu comportamento sedentário em tempo de lazer mais proveitoso: ler, jogos de tabuleiro, puzzles e jogos de cartas, são sempre atividades com estímulo cognitivo importante.

O PNPAF e a Direção Geral de Saúde também realçaram que caso as pessoas em isolamento sofram “de alguma doença crónica ou outro problema de saúde” se devem aconselhar com o seu médico assistente e que todas as atividades propostas devem ser adequadas à aptidão física de cada um.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.