A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Lordelo, em Paredes, celebrou hoje, dia 11 de maio, o seu 50º aniversário. A data foi assinalada de forma simbólica, mas com um grande projeto para o futuro: a construção de um novo quartel.

Em dia de mais um aniversário da instituição, Miguel Ferreira, presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Lordelo, afirmou ao Jornal IMEDIATO que perseguem o sonho para o qual já trabalham há uns anos, mas que tem sido adiado devido a outras necessidades, caso da formação e da renovação da frota automóvel.

Agora, a expetativa é que seja concretizado em breve. “Já temos um parque automóvel suficiente e agora esperamos dar início à construção do novo quartel”. A esperança é que o projeto, que representa um investimento de 1,6 milhões de euros, arranque ainda este ano.
Em dia de aniversário, Alexandre Almeida, presidente da Câmara Municipal de Paredes, marcou a comemoração das bodas de ouro da instituição com o reforço da verba, em 50 mil euros, para a construção do novo quartel. A autarquia celebrou um protocolo com a associação, que prevê o apoio financeiro do município de mais de 249 mil euros para a execução das obras.

Com 50 anos de história, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Lordelo está, segundo o presidente “forte e conta com o apoio da comunidade”. Adquiriu recentemente uma auto grua “uma aquisição que muito nos honra”, que se juntou aos restantes equipamentos ao serviço dos seus soldados da paz que servem cerca de 18 mil habitantes das freguesias de Lordelo, Vilela e Duas Igrejas, no concelho de Paredes.