Duarte Graça e Ivo Barros

 

O Bloco de Esquerda de Penafiel apresentou este sábado o seu candidato à Câmara nas próximas eleições autárquicas. Duarte Graça vai ser o cabeça de uma lista, que terá Ivo Barros como candidato à Assembleia Municipal e que deverá ainda apresentar candidaturas a pelo menos duas freguesias do concelho penafidelense.

Numa cerimónia que decorreu no jardim do Sameiro e que contou com a presença de Maria Manuel Rola, deputada do Bloco à Assembleia da República eleita pelo distrito do Porto, o candidato à Assembleia Municipal deixou a sua “determinação” para que as próximas eleições autárquicas “fiquem marcadas pela entrada efetiva do Bloco de Esquerda na política local de Penafiel”.

Apontando vários problemas a Penafiel, nomeadamente nas áreas social, económica, do urbanismo e ambientais, Ivo Barros referiu que o concelho precisa de “políticas transformadoras que terminem com as várias desigualdades e zonas cinzentas”, com a “justa integração” e “equidade” de todas as freguesias e defendeu a implementação de uma rede de transportes coletivos, assim como uma maior participação dos penafidelenses. Garantiu que, será nesse sentido que o Bloco de Esquerda vai trabalhar, “para que exista reforço da participação das coletividades, das cidadãs e dos cidadãos, num movimento transparente dos órgãos autárquicos em Penafiel”, conclui.

Também Duarte Graça, o candidato à Câmara Municipal, apontou a falta de participação das pessoas nas decisões e garantiu que a candidatura que lidera vai trabalhar para acabar com as desigualdades.

Acusou ainda o atual executivo municipal, liderado pelo PSD-CDS/PP, de “arrogância”, por ignorar as propostas do partido que, muitas vezes, ficam sem resposta. “A resposta quando existe é a descartar, a dizer que não temos a informação toda, ou recebemos através da comunicação social. Não existe diálogo, não existe interesse”; atirou.

Acusou ainda a Câmara Municipal de “só agora ter percebido qual é o trabalho de uma Câmara”, apontando situações como o agora anunciado fim do aterro e o investimento na habitação. Contudo, criticou o facto de serem tomadas decisões sem se perceber a necessidades das pessoas, sem o envolvimento dos penafidelenses nas decisões autárquicas.

Assim, o projeto do Bloco de Esquerda que lidera para Penafiel terá, segundo Duarte Graça, dois princípios: o da proximidade e participação democrática e tem como principais pilares resolver os problemas ambientais, de habitação, de mobilidade e na área da educação e formação. “Precisamos de um concelho inclusivo, sem nunca se perder de vista a noção da proximidade”, concluiu.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *