André Ferreira tem 38 anos e é natural de Paço de Sousa. Advogado de profissão, com pós graduação em Direito das Autarquias Locais, o candidato do Partido Socialista à Câmara Municipal de Penafiel começou cedo o seu percurso na política, por influência do pai, que foi autarca da freguesia de Paço de Sousa durante vários anos. Fundou o núcleo da Juventude Socialista de Paço de Sousa e aqui iniciou a sua ligação às Associações, sendo ainda hoje Presidente da Assembleia-geral da Banda Musical e Cultural de Paço de Sousa e da Assembleia- -geral do Futebol Clube de Paço de Sousa. Desempenhou o cargo de Presidente da Assembleia de Freguesia da sua terra natal, durante oito anos, até 2013. É vereador da Câmara de Penafiel e membro da Comissão Nacional do Partido Socialista. Foi vice-Presidente da Federação Distrital do PS Porto e Presidente da Comissão Política do PS de Penafiel.

O que o levou a assumir esta candidatura?
O que me levou a assumir esta candidatura, foi o sinal claro que os penafidelenses me deram há 4 anos, onde ficamos a escassos 4,5% da vitória eleitoral, o que me faz sentir com uma vontade e determinação enormes em fazer mais e melhor por este concelho ímpar que é Penafiel. A alternativa em democracia é salutar, e estando este executivo em funções há 16 anos, é urgente implementar novas práticas, novos projetos, invariavelmente com novos e melhores protagonistas que tenham provas dadas nas suas vidas pessoais e profissionais, para Penafiel estar à altura dos pergaminhos da sua história.

O que a distingue das restantes?
Nos últimos anos estivemos próximo das pessoas e do tecido empresarial, desportivo e cultural. Realizamos estudos, trocamos experiências bem sucedidas noutras autarquias e trouxemos especialistas de todas as áreas da governação. Conhecemos os problemas do concelho, e temos as respostas certas para construirmos um concelho mais harmonioso e coeso.

Quais são as prioridades da candidatura que lidera?
O emprego qualificado é uma prioridade. As zonas industriais, nunca o foram verdadeiramente. Durante 16 anos de governação do PSD/CDS, assistimos apenas a declarações de intenções. No início era a incubadora de empresas, agora é um famigerado plano de atração de investimento, tudo feito com pompa e circunstância, mas quando se avaliam os resultados pouco se aproveita. Este Presidente não percebe que é necessário que a Câmara seja o motor de um novo paradigma, não apenas de criação de emprego mas de qualificação de emprego. Teremos em Penafiel um programa para se criar um ambiente de negócios atrativo – o Invest Penafiel – com uma estratégia concertada com os diferentes agentes do concelho, estabelecendo parcerias profícuas com câmaras de comércio de países emergentes, potenciar ao máximo a excelente localização geográfica de Penafiel, com vias de comunicação extraordinárias, a menos de 30 minutos do Aeroporto e do Porto de Leixões. Outra prioridade é a transparência na gestão da autarquia, em particular no pelouro do urbanismo, área que será tutelada por mim próprio. Vamos ter a gestão documental nesta área, para todos os munícipes saberem, em tempo real, com um clique, o andamento do seu processo. Outra prioridade é a descentralização de competências para as freguesias acompanhadas da respetiva dotação financeira. A mobilidade é outra área que necessita de uma profunda alteração. A variante do Cavalum, foi transformada numa rua, na sequência das recentes obras. Obras que demonstram que o atual executivo não tem qualquer visão do que é governar nos tempos de hoje. Uma visão redutora, pequenina que não é compatível com a grandeza e dimensão do nosso território. Só alguém sem visão, que não sabe gerir recursos públicos, pode ser capaz de gastar mais de € 1.400.000,00, para fazer uma intervenção como a que ocorreu na Variante do Cavalum. Assim, o trânsito continuará ainda mais caótico, sendo o separador central uma negligência enorme que pode impossibilitar o acesso de veículos de emergência em caso de acidentes. Esta Câmara está a atrofiar a cidade. É necessário criarmos uma nova variante. É necessário rasgar uma via do centro da cidade ao Parque da Cidade. É necessário criarmos uma nova entrada e saída para o Centro escolar de Penafiel, que foi mais uma obra sem qualquer visão de futuro e que estamos a pagar bem caro. A estação da mobilidade, devia ser feita noutro local, por exemplo junto ao campo da feira, criando um terminal de aparcamento de viaturas com segurança e comodidade para os utentes. O custo da fatura conjunta da água e do saneamento estão muito caros, penalizando as famílias. Este Presidente da Câmara, em 2013 aumentou o saneamento em mais de 70%. Isso elevou a fatura conjunta da água e do saneamento. Comprometo-me a baixar significativamente o custo conjunto da água e saneamento.

Em que áreas defende que tem que haver uma maior intervenção política?
Baixar taxas e impostos é uma área crucial para nós. Isso permitirá atrair empresas para o nosso concelho e dar maior qualidade de vida aos nossos munícipes. Queremos fazer em Penafiel o que o Governo do PS está a fazer em Portugal: equilibar as contas e devolver dinheiro às famílias, por isso é que propomos a devolução de parte do IRS e a baixa do preço da água e saneamento. A Câmara tem também que pagar pontualmente as suas obrigações. É a câmara que pior paga na região. É lamentável uma empresa esperar mais de 300 dias para receber do município. Isto tem que mudar, tem que haver rigor, transparência e também me comprometo que todos terão oportunidade de contratar com o município e não apenas meia dúzia de empresas, que tendo indiscutível qualidade não podem ter o monopólio em Penafiel.
Queremos Penafiel para todos.
Realizaremos assim que tomemos posse uma auditoria às contas do município, cujo resultado será do conhecimento público.
A educação será para nós uma prioridade também. Iremos atribuir os manuais gratuitos até ao 12º ano, bem como garantir transporte gratuito até ao 12º ano aos nossos alunos.
Nestas áreas vitais, a Câmara tem que apostar tudo, só assim podemos almejar ser os melhores.
Tenho uma ambição enorme mas exequível: quero ter em Penafiel os melhores alunos do País.
A nível turismo, temos que alavancar a zona ribeirinha de Entre-os-Rios, criando parcerias com os operadores e apostar igualmente no turismo religioso que é uma forma também de elevar a nossa penafidelidade aqui e além fronteiras.
Criaremos o serviço de teleassistência ao idoso, e também tentaremos trazer de novo o SASU para Penafiel.
Na cultura, é impensável não termos em Penafiel por inação do município uma casa da cultura ou uma casa das artes. Temos que ter e vamos ter estas valências, porque a Câmara não se pode apenas colar e apoiar as associações. Tem que fazer, criar, construir, inovar. Penafiel é cultura. Penafiel é história.
Penafiel tem que ter gestores públicos que pensem 20/ 30 anos à frente. É isto que quero e farei em Penafiel. Haverá um antes e um depois da nossa gestão.

Como analisa e avalia o último mandato autárquico?
Como já disse acima, fazemos uma avaliação muito positiva da nossa ação na Câmara e na Assembleia Municipal, resultante das muitas e qualificadas propostas que apresentamos.
Relativamente à ação do PSD/CDS que lidera a nossa autarquia há 16 anos, constatamos que estamos perante um executivo esgotado. Não tem ideias, não tem estratégia. O único objetivo é trabalhar para manter o poder a qualquer custo.
Nunca aconteceu nos últimos anos, termos uma autarquia, que se limita a colar às grandes iniciativas das associações de Penafiel, que iremos manter, ou melhor fazer ainda melhor, e apenas a 6 meses de eleições, começa atabalhoadamente a fazer obra em vários pontos do concelho, sem estratégia, sem rumo muita dela, apenas com um único propósito: caça ao voto. Obras como a da Variante do Cavalum, bicha serpe e outras, demonstram que este executivo já deu tudo o que tinha a dar. Esgotou. Isto é uma gestão de navegação à bolina que urge interromper.
Penafiel merece mais dimensão, mais dinamismo. Merece e terá mais rigor, mais transparência e acima de tudo mais ética política. Penafiel tem que ser de todos e para todos.

Quais são as suas expetativas para o dia 1 de outubro?
Estamos em contato com a população de Penafiel há largos meses. Com humildade, penso que incutimos em Penafiel uma nova forma de estar e de fazer política. Pela positiva, dando a cara às pessoas, sentindo e ouvindo os nossos concidadãos. Todos os dias ando na rua, visitei as freguesias e centenas senão milhares de casas do concelho na ação de porta a porta.
Conheço o Penafiel real, que só andando no terreno se conhece e não apenas no conforto dos gabinetes. Quero ser e serei um Presidente de todos. Alguém próximo, simples e dedicado.
Estamos preparados para dar um novo impulso a Penafiel e à vida dos Penafidelenses.
Não tenho qualquer dúvida, que no dia 1 de outubro, Penafiel vai mudar. Penafiel vai mudar para muito melhor. Vamos ganhar as eleições, mas não queremos apenas ganhar, queremos ter condições para exercer um mandato com responsabilidade e estabilidade.
Por isso, apelo aos milhares de penafidelenses que não se revêm nesta gestão de direita, inclusivamente aos simpatizantes do PSD que estão descontentes com a Coligação, que confiem e acreditem na única alternativa possível e segura.
Que nos ajudem a ganhar com estabilidade para servir Penafiel e os Penafidelenses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *