AMPacos

Mais do que discutir as três propostas de desagregação de freguesias que estavam em cima da mesa, a Assembleia Municipal de Paços de Ferreira, reunida ao final da tarde desta quarta-feira, discutiu a paternidade da medida que, em 2013, obrigou à agregação das freguesias de Frazão e Arreigada, Paços de Ferreira e Modelos e Sanfins, Lamoso e Codessos, no concelho de Paços de Ferreira. Apesar das trocas de acusações entre as bancadas do Partido Socialista (PS) e do Partido Social-Democrata (PSD), quando à implementação da medida, as propostas foram votadas por unanimidade e serão agora remetidas à Assembleia da República.

Numa sessão extraordinária para votar as propostas que já tinham sido aprovadas por unanimidade nas respetivas Assembleias de Freguesias, PS e PSD trocaram acusações sobre as culpas do processo da agregação, mas foram unânimes em afirmar que a desagregação é a vontade das populações, que não foram ouvidas no processo de agregação, implementado em 2013, no âmbito daquele que ficou conhecido com o “Plano Relvas”.

No final, as propostas para que Paços de Ferreira desagregue as freguesias de Frazão e Arreigada, Paços de Ferreira e Modelos e Sanfins, Lamoso e Codessos foram aprovadas por unanimidade e vão ser remetidas à Assembleia da República

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.