Ficou em prisão preventiva o homem de 31 anos que, na manhã desta terça-feira, disparou um tiro de caçadeira contra Tiago Magalhães, o homem de 26 anos que namorava com a sua ex-mulher e mãe dos seus três filhos, provocando-lhe morte imediato. João ‘Padeiro’, que feriu ainda a ex-companheira, vai responder por dois crimes de homicídio, um deles na forma tentada.

O crime aconteceu na manhã de terça-feira, em Alvarenga, no concelho de Lousada. João Miranda, conhecido por João ‘Padeiro’, por ser proprietário de uma padaria no centro da freguesia lousadense de Aparecida, esperou pela ex-companheira, na rua por onde esta passava para fazer a volta diária de entrega de pão. Na Rua de São Lourenço, a mulher chegou acompanhada do atual namorado, Tiago Magalhães, de 26 anos e residente em Macieira, Lousada. O casal foi surpreendido por João Miranda que, munido de uma caçadeira, disparou um tiro contra o vidro da viatura. De seguida, o homem dirigiu-se ao lugar do pendura, onde estava Tiago Magalhães e tirou o homem do carro. Deu-lhe um tiro na cabeça, provocando-lhe morte imediata.

Filipa Pinto, ex-companheira do empresário da panificação, sofre ferimentos ligeiros e foi hospitalizada. Teve alta poucas horas depois.

Depois do crime, João Miranda foi entregar-se ao posto da GNR da Lixa. Foi depois detido pela Polícia Judiciária do Porto. Esta quarta-feira o empresário foi presente a um Juiz de Instrução Criminal do Tribunal do Marco de Canaveses e colocado em prisão preventiva.