corpo rio de moinhos
Fotografia: IMEDIATO

A Polícia Judiciária do Porto deteve um homem de 40 anos, suspeito de ter morto Sandra Rocha, a mulher de 30 anos que foi encontrada enrolada num edredão a 28 de fevereiro, num monte em Rio de Moinhos, no concelho de Penafiel. O detido é o companheiro da vítima.

Sandra Rocha foi encontrada morta, nua e embrulhada num edredão, num monte na freguesia penafidelense de Rio de Moinhos.

O companheiro da vítima, um espanhol de 40 anos, disse na altura às autoridades que a mulher estava desaparecida há vários dias, mas acabou por ser agora detido por suspeitas de ser o autor do crime.

Sandra Rocha vivia com o companheiro  – que conheceu quando emigrou para Espanha – há vários anos e já tinha apresentado queixas contra este por violência doméstica.

Num dos episódios, Sandra estava grávida e foi agredida, acabando por perder o bebé. A mulher apresentou queixa, mas perdoou sempre as agressões e aceitou fugir para Portugal com o homem. Mas o comportamento do suspeito não se alterou e a vítima continuou a ser brutalmente agredida. Chegou mesmo a ser arrastada pela rua, depois de ter abandonado a casa, para ser obrigada a regressar.

Sandra Rocha apresentou mova queixa contra o companheiro, que acabou detido em dezembro do ano passado. Ficou proibido de se aproximar ou frequentar a habitação da vítima, controlado por pulseira eletrónica, mas nunca cumpriu, visto terem reatado o relacionamento.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.