Durante dez dias, o concurso gastronómico “Petiscando”, criado pela Associação Empresarial e pela Câmara Municipal de Penafiel, promoveu a restauração do concelho, atraiu centenas de clientes e “superou as expectativas”.

O Mau Feitio Gastro, um bar e restaurante de tapas de Guilhufe e Urrô, conquistou o primeiro lugar do prémio do júri. Dos petiscos a concurso, o Crocante de Borrego foi o que mais pontos reuniu junto do júri, 229, vencendo o primeiro prémio – um fim de semana para duas pessoas na Quinta do Vallado, Peso da Régua, e uma publireportagem no Jornal Imediato.

O júri teve em conta na sua avaliação alguns fatores como a apreciação visual, degustativa, qualidade dos produtos, a criatividade, bem como o atendimento e nome dado ao petisco.

Com apenas menos um ponto que o vencedor ficou o petisco da Cantina do IPI, o Crostini de Pera Caramelizada e Sumo Natural de Abóbora e Gengibre, tendo como prémio uma publireportagem no jornal Penafiel Magazine.

Já em terceiro lugar, com 227 pontos, ficou a Tiborna de Bacalhau do Fidélis Beer Garden & Shop e a Mini Sandes de Joelho de Porco com Queijo da Serra e Cerveja Weissbier do Monja. Ambas venceram uma Inserção publicitária de uma página no Jornal Penafiel Magazine;

Foi também atribuído um Prémio Público ao estabelecimento que angariou mais gostos na fotografia do seu petisco presente no álbum do concurso na página de Facebook da AEP, a Bruchetta do Pasta & Basta. O prémio foi uma inserção publicitária de meia página no Jornal Imediato.

Restauração de Penafiel “está viva e recomenda-se”

Para o Presidente da AEP, Nuno Brochado, a primeira edição do Petiscando “superou as expectativas iniciais perante a meta que foi traçada no que se refere ao número de participantes bem como de consumidores”.

O concurso envolveu, durante dez dias, 15 estabelecimentos do concelho de Penafiel, que “apresentaram e serviram os seus petiscos a concurso a toda uma população que aderiu às suas provas”.

Foram atingidas cerca de 50 mil visualizações nas divulgações do evento nas redes sociais e foram cerca de 800 as pessoas que se habilitaram a ganhar um voucher de 50€ consumíveis num dos estabelecimentos participantes, o que implicava consumirem o petisco preenchendo um cupão no local.

“Pensámos fazer um evento direcionado ao setor da restauração por este ser um setor bastante atingido pela atual pandemia, e que percebemos desde logo, no contacto com todos os empresários, que seria importante promover alguma dinamização dentro das regras de segurança impostas pela DGS, tentando trazer as pessoas aos locais, demonstrando também que Penafiel tem uma oferta gastronómica diversificada, e que apesar das contrariedades, a restauração do nosso concelho está viva e recomenda-se!”, rematou Nuno Brochado.