comboio1 1


Um estudo da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa sobre a estratégia ferroviária para a região do Tâmega e Sousa, que contempla a Linha Ferroviária que fará a ligação de Valongo a Felgueiras, conclui que a obra terá um custo de 181 milhões de euros. A ambição é que depois a mesma seja prolongada até Amarante, com um investimento de mais 109 milhões de euros.

Há vários meses que os autarcas da região do Vale do Sousa – Paços de Ferreira, Paredes Lousada e Felgueiras – e também de Valongo, defendem a construção de uma ferrovia que faça a ligação entre os vários concelhos, cujo projeto será agora apresentado ao Governo.

Segundo o estudo da CIM, esta infraestrutura seria integrada no serviço suburbano do Porto da Comboios de Portugal (CP), contribuindo para o crescimento económico e para a coesão territorial.

O projeto prevê um investimento inicial em infraestrutura de 181,2 milhões de euros e em material circulante de 27,4 milhões de euros, estimando-se que represente um aumento de sete milhões de passageiros por ano na CP. A infraestrutura representaria um custo de exploração e manutenção de mais de cinco milhões de euros por ano, gerando receitas de mais de nove milhões de euros, o que representaria um resultado positivo de quatro milhões de euros por ano.

Esta estratégia da CIM, através da criação da Linha Ferroviária do Vale do Sousa, tem como objetivo central assegurar uma mobilidade facilitada tanto nos fluxos internos como na ligação até ao Porto, reforçando o papel do serviço ferroviário da CIM do Tâmega e Sousa. Segundo o Estudo para a Estratégia Ferroviária da CIM do Tâmega e Sousa, a infraestrutura – cujo estudo já se encontrar previsto no Plano Nacional de Investimentos 2030 – contribuiria para um reforço da competitividade regional, “facilitando as trocas de pessoas e mercadorias com o Vale do Sousa, território que apresenta uma vitalidade económica elevada no contexto nacional”, pode ler-se no estudo.

Distâncias encurtadas

Segundo o estudo da CIM, a nova linha permitiria reduzir os níveis de tráfego, permitindo ainda ganhos em termos de tempo. Assim, a nova linha colocaria o concelho de Paços de Ferreira a 35 minutos da cidade do Porto. Lousada ficaria a 43 minutos e Felgueiras a 51 minutos.

tempo 1

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.