Um grupo de amantes do desporto lançou uma iniciativa, denominada “Kilómetros em Casa”, que desafia os participantes a percorrer a maior distância possível em quatro horas de prova, num espaço confinado na habitação. O conceito é novo e o objetivo solidário: angariar 30 mil euros para doar ao Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, em Penafiel e ao Hospital de S. João, no Porto.

“As nossas expetativas são muito elevadas e estamos confiantes que vamos conseguir atingir a meta e ajudar os hospitais”, explicou Alexandre Costa, de Paços de Ferreira, um dos organizadores.

A base da ideia foi tentar replicar uma prova desportiva dentro de casa, apelando à imaginação das pessoas, que podem utilizar passadeiras, bicicletas, elípticas, remos, ou seja, acessórios que primam pela criatividade e insiram o espírito da prova.

“O objetivo é que cada um, durante os quatro horas da prova, faça os quilómetros que conseguir. A prova não tem caráter competitivo. É para ficar um registo. Será um momento marcante, numa situação que esperemos não se volte a repetir”, frisou Alexandre Costa.

Os interessados podem inscrever-se nas várias plataformas on line – com o nome da iniciativa – sendo depois redirecionados para uma plataforma de crowdfunding onde faz também os donativos. O valor da inscrição “é aquele que as pessoas quiserem dar”, explicou Alexandre Costa, acrescentando que a plataforma para donativos vai ficar aberta “mais uns dias” após a realização da prova.

A “Kilómetros em Casa” vai assim acontecer no dia 19, entre as 8 e as 12 horas e será acompanhada por uma equipa de streaming, que fará diretos com todos os participantes, que receberão um dorsal da prova, após a inscrição.