A GNR identificou, no sábado, um homem de 30 anos por furto em residência, recuperando também várias peças de ouro furtadas no concelho de Penafiel.

Segundo a força policial, o caso surgiu de uma denúncia feita por furto, “no qual haviam sido furtados diversos objetos em ouro e outras peças de bijuteria”.

Após diversas diligências policiais e de investigação, foi possível recuperar todos os objetos furtados e identificar o principal suspeito do furto”, um homem de 30 anos já com antecedentes por crimes da natureza e de violência doméstica.

O suspeito foi constituído arguido e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Paredes.

ouro e prata