A Direção da Associação de Futebol do Porto já definiu o critério de subidas e manutenções nos campeonatos distritais por si organizados, “deliberando, por unanimidade, estabilizar e classificar os Clubes para a época 2019/2020, por reconhecimento de mérito desportivo, com base nos resultados obtidos nas várias competições à data de 10.03.2020, com exceção da série 2 da 1ª Divisão que será reportada aos resultados obtidos na 21ª jornada”.

Fruto desta decisão, o GDC Ferreira, à data líder da série 2 da 1ª Divisão, garantiu a subida à Divisão de honra da AF Porto. É a segunda promoção consecutiva na história do Clube, após na época passada ter sido subido da 2ª à 1ª divisão distrital.

O presidente do Clube, Carlos Santos, em declarações ao IMEDIATO reagiu a este novo êxito desportivo do Clube. “Já era o que estávamos à espera, que anulassem a última jornada porque tínhamos um jogo em atraso que fazia os segundos passarem para primeiros. Mas estamos todos muito satisfeitos, é a 2ª subida consecutiva!”

Um campeonato muito disputado até à data da sua interrupção. “Foi à justa, andávamos sempre entre o primeiro e o segundo lugar, mas foi mais que justo. Agora, com a subida, vamos ter mais dificuldades, porque é necessário um campo melhor. Na época que acabou jogávamos no campo do Sobrosa. O presidente da Câmara Municipal visitou-nos em janeiro e prometeu um campo sintético, agora estamos a contar com isso.”

Também a nível de patrocínios vai ser mais complicado devido à pandemia, “aguardam-nos dificuldades financeiras. Esperamos com esta subida atrair mais patrocinadores”.

O GDC Ferreira nunca esteve na Divisão de Honra, será o patamar mais alto de sempre na sua história. “Praticamente mantivemos o plantel intacto da época anterior, valeu a união de grupo, a vontade e a paixão pelo clube.  Temos adeptos fervorosos e esta subida também se deve ao seu apoio”.

Na Divisão de Honra o Águias de Eiriz ficou à porta da promoção, mas não a alcançou, pois os quatro primeiros lugares ficaram ocupados por Felgueiras B, Gens, Aparecida e Nun´Álvares.


Comunicado hoje emitido pela Associação de Futebol do Porto:

Para conhecimento e orientação dos Clubes, SADS, SDUQS, Árbitros, Comunicação Social e demais interessados divulgamos:

Tendo em conta que:

a) por imperativo legal não é permitida a realização de competições desportivas;

b) a estratégia de levantamento de medidas de confinamento no âmbito do combate à pandemia da doença COVID 19, relativamente à prática do futebol, apenas prevê para 30/31 de Maio a possibilidade de realização das Competições oficiais da 1.ª Liga de Futebol e Taça de Portugal;

c) a UEFA, em 24.04.2020, indicou às federações que deveriam ter em conta o mérito desportivo, sempre que não fosse possível terminar em campo uma competição;

d) a Federação Portuguesa de Futebol, aconselha e aplica critérios de mérito desportivo atendendo ao número de pontos obtidos nas provas que possam ter sido realizadas (caso do comunicado emitido em 02.05.2020);

e) Face aos referidos constrangimentos legais e decorrentes da pandemia da doença COVID 19 a Associação de Futebol do Porto viu-se compelida a suspender, em 10.03.2020, as competições de todos os campeonatos   de FORMAÇÂO (femininos e masculinos) e futsal;

f) Relativamente à série 2, da 1ª Divisão, não se realizaram duas partidas da 22ª jornada agendadas para dia 15.04.2020 (Raimonda/Roriz e Citânia/Ferreira) por determinação da Associação de Futebol do Porto com fundamento em motivos de prevenção de contágio da doença COVID 19, pelo que se justifica que, por razões de equidade e excecionalidade, esta competição tenha uma data de estabilização de resultados específica e que deve ser o final da 21ª jornada;

g) Em 8.04.2020 para os escalões Seniores – masculino, feminino e futsal) a Associação de Futebol do Porto deu por concluídas todas as competições;

h) De qualquer forma, é imperativo estabilizar os resultados desportivos para ser possível a organização das provas da próxima época desportiva 2020/2021;

i) Para tal deve a Associação de Futebol do Porto ter como linha orientadora os referidos critérios de mérito desportivo.

ASSIM:

A Direção da Associação de Futebol do Porto, reunida em reunião ordinária no dia 08.05.2020, deliberou, por unanimidade, estabilizar e classificar os Clubes para a época 2019/2020, por reconhecimento de mérito desportivo, com base nos resultados obtidos nas várias competições à data de 10.03.2020, com exceção da série 2 da 1ª Divisão que será reportada aos resultados obtidos na 21ª jornada, da seguinte forma:

Assim consideramos com vista à próxima época 2020-2021

Campeonato de Elite Pro-nacional

32 clubes

0 descidas à Divisão de Honra

+4 subidas da divisão de Honra

36 clubes

-1 clube subida ao Campeonato de Portugal

35 Clubes

+1 clube, subida do melhor terceiro das duas séries da Divisão de Honra, segundo o critério estabelecido para preencher essa vaga

36 clubes

-1 clube, porque é expectável que suba mais um clube da AFP ao Campeonato de Portugal, dado que é a 1ª Associação do País com maior número de clubes a praticar futebol sénior masculino e, aquela prova será composta por 96 clubes, mas depois se verá se isso se concretiza

35 clubes

+1 clube, subida do pior terceiro das duas series da Divisão de Honra

36 clubes TOTAL 

Campeonato Distrital da Divisão de Honra

32 clubes

0 descidas da Divisão de Elite

-04 clubes, subidas à Divisão de Elite

28 clubes

+04 clubes, subidas do Campeonato Distrital da 1ª Divisão

32 clubes

-1 clube com a subida do 1º clube da Elite Pro-nacional ao Campeonato de Portugal 

31 clubes

+1 clube, subida do melhor terceiro das 2 series da Primeira Divisão, segundo o critério estabelecido, para preencher essa vaga

32 clubes

-1 se eventualmente o 2º melhor da Elite subir ao C Portugal

31 clubes

+1 subida do pior terceiro das duas series da Primeira Divisão 

32 clubes

Campeonato Distrital da 1ª Divisão

Considerado concluído:  Série 1 à 22ª; e Série 2 à 21ª, Jornadas

32 clubes

0 descidas da Divisão de Honra

-04 subidas à Divisão de Honra

28 clubes

+04 subidas do Campeonato da 2ª Divisão

32 na totalidade

0 descidas da primeira divisão à 2ª divisão

-1 Se subir o 1º clube da Elite ao Campeonato Portugal 

31 clubes

+1 subida do melhor terceiro das 2 series da Segunda Divisão, segundo o critério estabelecido, para preencher essa vaga

32 clubes

-1 se eventualmente o 2º melhor da Elite subir ao Campeonato de Portugal

31 clubes

+1 clube, subida do pior terceiro das duas series da segunda Divisão 

32 clubes

SÉRIE 1 – concluiu por inteiro a 22ª jornada

SÉRIE 2 – como não se concluiu a 22ª jornada, em virtude do Coronavírus nos ter obrigou a suspender 2 jogos, que marcados posteriormente, não foram possíveis realizar. Assim e para resolver a questão em pé de igualdade colocando todos os participantes com o mesmo número de jogos, damo-la por concluída, para efeitos classificativos, à 21ª JORNADA inclusive 

Campeonato Distrital da 2ª divisão

Será disputada pelos clubes que se inscreverem voluntariamente

Campeonatos Distritais da 1ª Divisão – Todos com 32 clubes

JUNIORES “A”, “B” “C” e “D” – JUNIORES, JUVENIS, INICIADOS e INFANTIS

Assim e como não foi possível iniciar a II FASE, cada um destes campeonatos (e não havendo subidas aos nacionais e não descidas, inter-provas, mas com as habituais subidas) terá 48 Clubes divididos em 3 SERIES de 16 clubes cada uma. Sendo que, no final da época 2020-21 VOLTARÃO AO FORMATO INICIAL DE 2 SERIES com 16 clubes cada uma. Todavia e oportunamente, serão redigidos os regulamentos especiais, para a época em causa.

Porto, 8 de Maio de 2020

O Presidente da A. F. do Porto
José Lourenço Pinto, Dr.