A4

A Câmara Municipal de Penafiel voltou a insistir com o Governo e com as Infraestruturas de Portugal (IP), para a necessidade de se construir uma rotunda na saída da A4 Penafiel Norte, na intersecção com a variante à EN106, que liga Penafiel a Lousada, local onde ainda este domingo se registou mais um acidente, fatal para um homem de 32 anos.

Desde 2016 que a autarquia penafidelense reclama a construção de uma rotunda naquele local. Desde 2016 que trocou várias missivas com as autoridades nacionais e elaborou inclusive projetos de arquitetura para a construção de uma nova rotunda, que apresentou às Infraestruturas de Portugal, tendo ainda disponibilizado todos os demais elementos solicitados, designadamente estudos de tráfego que também foram exigidos ao Município.

Mais recentemente, no mês de julho, e aproveitando uma visita do vice-presidente daquela entidade e do Ministro Pedro Nuno Santos ao município, Antonino de Sousa mostrou-se disponível para assumiu os custos da obra, mesmo não sendo da sua responsabilidade ou competência, por se tratar de uma estrada nacional, da responsabilidade da IP.

“Não podemos andar a empurrar sistematicamente este assunto. Se os organismos nacionais não podem, não se interessam ou não têm condições para resolver o problema, que nos deixem intervir e fazer a rotunda junto da A4. É uma obra fundamental para reduzir a sinistralidade e evitar a perda de mais vidas. Nós estamos disponíveis para avançar, assim nos deixem”, defendeu Antonino de Sousa, presidente da Câmara Municipal de Penafiel.

O objetivo da obra proposta pelo Município consiste em reduzir a sinistralidade numa zona muito sensível, onde passam milhares de carros diariamente e que tem registado muitos acidentes. Além disso, a intervenção naquele troço, iria também permitir a redução do trânsito dentro da própria autoestrada, que, por vezes, chega a ficar congestionada na saída para Penafiel.

Vigília popular

Depois do acidente mortal registado no domingo, que ceifou a vida a um motociclista de 32 anos, natural de Bitarães, no concelho de Paredes, um grupo de cidadãos começou a mobilizar-se para amanhã, às 21h30, realizar uma vigília junto à saída da autoestrada A4, em Penafiel, para alertar para a necessidade de uma intervenção no local.

A ideia surgiu num grupo privado de amigos motociclistas, mas rapidamente ganhou dimensão nas redes sociais.

Subscreva a newsletter do Imediato

Assine nossa newsletter por e-mail e obtenha de forma regular a informação atualizada.


1 comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.