Quinze militares do Destacamento da GNR de Felgueiras, realizaram esta quinta-feira uma ação de sensibilização do dever geral de recolhimento, que abrangeu os concelhos de Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira. Dos cerca de 300 condutores abordados, apenas cerca de uma dezena não estava a cumprir as medidas importas pelo estado de emergência a que o país está sujeito e que proíbe as pessoas de se deslocarem para fora do seu concelho de residência.

Após quatro horas de intervenção, realizada no primeiro dia em que vigora a proibição de deslocações para fora do concelho de residência, os militares abordaram cerca de 300 condutores, questionando sobre os motivos de andar na rua. “A grande maioria das pessoas estava a circular para trabalhar e tinham a declaração a comprovar essa situação”, afirmou o Capitão Nasser Zidane, acrescentando que “apenas uma pequena parte, cerca de 10 ou 15 condutores, não tinha razão para andar na rua, tendo sido aconselhados a recolher às suas habitações”.

Estas ações vão prosseguir até segunda-feira, respeitando o período estabelecido pelo Governo, que proíbe as pessoas de saírem do seu concelho de residência. Neste primeiro dia de limitação o balanço foi “positivo”. “As pessoas estão a cumprir com o determinado neste estado de emergência e a seguir as orientações da Direção Geral de Saúde e do Governo”, rematou o Capitão Nasser Zidane.