A região do Tâmega e Sousa apresentou, na Embaixada de Portugal no Reino Unido, Londres, uma seleção de produtos premium da Região. A Doçaria, os Queijos, os Enchidos e o Vinho Verde – símbolo distintivo do território – estiveram em destaque na mostra promocional que contou com cerca de 70 empresários britânicos e portugueses, assim como com vários representantes institucionais, a notar: Manuel Lobo Antunes – Embaixador Português, Rui Boavista Marques – Delegado da AICEP Portugal Global (Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, EPE) no Reino Unido, Paulo Portela – Presidente do Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa (CETS), e Cristina Moreira, Vice-presidente da Câmara Municipal de Lousada, em representação da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa  (CIM-TS).
Na ocasião o Presidente do CETS agradeceu a total disponibilidade e colaboração da AICEP Portugal Global e da Embaixada de Portugal no Reino Unido – apoio imprescindível na “promoção e identificação da região no mundo, seus produtos e empresas”. De igual modo agradeceu a forte presença de empresários lusos e britânicos nesta iniciativa, proporcionando “um incrível ambiente marcado por oportunidades de negócios, partilha de contactos e experiências”. O dirigente confidenciou ainda que “há, de facto, muita vontade de comprar produtos portugueses”: “Os empresários aqui presentes serão, de certo modo, embaixadores dos nossos produtos. Os contactos estão a surgir e estamos certos que muitos destes irão resultar em negócios efetivos”.
A Representante da CIM-TS, Cristina Moreira, realçou o potencial do Tâmega e Sousa, tanto para investimento, como para visita e venda de produtos no Reino Unido: “O que se passou aqui foi realmente extraordinário. A Diáspora Portuguesa é uma oportunidade para a Região e essa oportunidade passa muito pelos contactos criados e desenvolvidos nestes palcos privilegiados que são as Embaixadas. As pessoas ficaram muito agradadas pelos produtos, mas também houve aqui outras oportunidades que foram surgindo, nomeadamente ao nível do Turismo, Artesanato e Imobiliário”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *