Está tudo pronto para a 12.ª edição da Festa do Caldo de Quintandona, que começa hoje na freguesia de Lagares, no concelho de Penafiel. São mais de 200 os voluntários, que trabalham há vários dias, para que tudo corra pelo melhor, numa festa que vem ganhando, a cada ano, dimensão no calendário das festas de verão no concelho penafidelense.
Vão ser três dias de muita animação, com muita música, teatro, jogos tradicionais. Ao todo, serão 62 espetáculos, com mais de 500 artistas, dispersos pelos cinco palcos do recinto. Este ano, a Festa do Caldo dá um passo na sua internacionalização e vai contar, pela primeira vez, com a presença de uma banda galega – Os d’Abaixo. Pela primeira vez também, vai subir ao palco principal uma artista penafidelense, a fadista Cristina de Sousa.
Além da animação, destaque ainda para a gastronomia. O caldo – verde, de nabos ou à lavrador – dá o nome à festa e é o prato principal do menu gastronómico, que é complementado com sandes, cozido à portuguesa e feijoada.
Organizada pela Casa Xiné, (que engloba os ComoDeantes (o grupo de teatro local), a Associação Para O Desenvolvimento e a Junta de Freguesia de Lagares), a Festa do Caldo de Quintandona traz às estreitas ruas desta aldeia de xisto, milhares de pessoas. A expetativa da organização é “superar a edição do ano passado, que recebeu mais de 15 mil visitantes”.
A programação cultural vai ser aberta pelos ComoDeantes: vão apanhar o Gebo, lançar as cordas para o prender, para que os três dias de festa corram dentro da normalidade. Vão Queimar a Velha, fazer a Queimada Galega – a poção mágica para dar força a todos os habitantes – e vão terminar com a libertação do Gebo, para mais um ano de tropelias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *