Um contabilista de 37 anos, de Paredes, foi detido pelo Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) da GNR de Penafiel, por perseguir a ex-namorada, uma mulher de cerca de 30 anos. Presente a juiz, ficou proibido de contatar com a vítima.
Não aceitando o fim do relacionamento que mantinha com a mulher, o contabilista começou a enviar mensagens de correio eletrónico, com mensagens insultuosas e difamatórias, para o local de trabalho da ex-namorada. Mandou ainda fotografias íntimas da mulher, com o objetivo de a envergonhar perante os patrões e colegas de trabalho.
A mulher chegou ainda a ser agredida, o que levou a que pessoas que lhe eram próximas, denunciassem o caso às autoridades.
Foi então que o Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) da GNR de Penafiel deu início à investigação, que terminou com uma busca à casa do contabilista e ao gabinete onde trabalha, durante as quais foram apreendidos dois computadores, nos quais estavam as mensagens que ele enviava para denegrir a ex-namorada.
O contabilista foi detido e sujeito a primeiro interrogatório judicial. Foi libertado, mas ficou proibido de contatar a vítima e a apresentar-se semanalmente no posto da GNR.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *