Cinco pessoas ficaram feridas, duas das quais com gravidade, depois de terem sido colhidas por um carro, na tarde de ontem em Rebordosa, Paredes. O condutor fugiu do local, mas acabou por se entregar à GNR. Apresentava uma taxa de alcoolemia considerada crime.

O incidente aconteceu durante uma festa promovida pelo Moto Clube de Rebordosa. Uma discussão entre José Pinto e outros elementos, primeiro no interior da festa e, depois, já na rua, levou o homem, natural de Rebordosa, mas emigrado em Inglaterra, a ir buscar o carro e a varrer várias pessoas que se encontravam na estrada.

Já depois do atropelamento, o homem, que seguia no carro com o filho com cerca de dez anos – entrou em contramão numa rua, embatendo em vários carros que ali se encontravam estacionados. Andou mais alguns metros, até o seu carro se ter imobilizado. Abandonou a viatura e fugiu a pé, acabando por se entregar pouco depois no posto da GNR de Lordelo.

José Pinto foi sujeito ao teste de alcoolemia e apresentava uma taxa de álcool no sangue considerada crime.

As vítimas foram assistidas no local pelos Bombeiros Voluntários de Rebordosa e de Lordelo. Uma delas, membro da direção do Moto Clube, estava em paragem cardiorrespiratória. Revertido o quadro, foi transportada para o Hospital de São João, no Porto. Um outro homem sofreu um traumatismo cranioencefálico grave e foi levado para o Hospital de Santo António.

Mais três pessoas foram assistidas e levadas para o Hospital Padre Américo, em Penafiel, com ferimentos considerados ligeiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *