O Governo está a estudar a redução do preço das portagens da A41 e, no cenário “mais conservador” do Ministério da Coesão Territorial, as mudanças acontecerão no início do próximo ano.

Segundo avançou o Jornal de Notícias (JN), o modelo e a percentagem do desconto nas taxas da Circular Regional Exterior do Porto (CREP) ainda estão a ser definidos.

Questionado por um grupo de deputados sociais-democratas, o Ministério da Coesão Territorial adiantou que a redução das taxas depende de uma articulação com outras áreas e governativas – Finanças e Infraestruturas – sendo que a aprovação é esperada para “ainda durante este trimestre”.

De acordo com dados obtidos pelo JN, circularam diariamente na A41 19,9 mil veículos por dia no ano passado, sendo que a pandemia de Covid-19 trouxe uma quebra no tráfego nas autoestradas de 46% de abril a junho, comparando com 2019.