Um homem de 54 anos foi detido esta segunda-feira pelos elementos do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) da GNR de Penafiel depois de vários episódios de agressão e ameaças à mãe, uma idosa de 80 anos, sempre que esta se recusava a dar-lhe dinheiro para alimentar o vício do álcool. O indivíduo, com dependência de álcool, foi colocado em prisão preventiva, visto estar proibido de se aproximar da mãe, quando foi detido a semana passada.

As agressões e ameaças foram denunciadas pela idosa há cerca de um mês. Às autoridades relatou os maus tratos e ameaças que sofria às mãos do filho, um homem de 54 anos com quem residia e que dependia dela financeiramente. Violento e com problemas de alcoolismo, o homem maltratava física e psicologicamente a progenitora, a quem ameaçava de morte, fazendo uso de facas, para a obrigar a entregar-lhe todo o dinheiro que tinha, para alimentar o seu vício do álcool.

No passado dia 9 de setembro, o indivíduo foi detido pelos elementos do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) da GNR de Penafiel, depois de mais um episódio de ameaças de morte e agressões à mãe e às irmãs, com recurso a arma branca. Presente a juiz ficou proibido de se aproximar da casa que partilhava com mãe, controlado por pulseira eletrónica.

Mas nem a medida imposta pelo tribunal impediu o homem de regressar a casa da mãe onde, na tarde desta segunda-feira, repetiu as agressões e as ameaças. Apesar de estar sozinha, a mulher conseguiu alertar as autoridades, que se deslocaram ao local e detiveram o indivíduo em flagrante delito, depois deste ter repetido as ameaças de morte, na presença dos militares.

Novamente detido, foi presente ontem a novo interrogatório no Tribunal de Penafiel e colocado em prisão preventiva.