Quatro pessoas – entre as quais uma enfermeira de Baltar, no concelho de Paredes –  morreram na sequência da queda do helicóptero do INEM, ao fim da tarde deste sábado, na zona da Serra de Pias, junto à aldeia de Couce, em Valongo. Foi encontrado perto da uma e meia da madrugada deste domingo.
A bordo da aeronave, um Agusta A109S, seguiam quatro pessoas, dois pilotos e uma equipa médica, composta por um médico e uma enfermeira, que regressavam a Macedo de Cavaleiros, depois de ter feito o transporte de um doente grave para o Hospital de Santo António, no Porto.
A enfermeira que seguia a bordo da aeronave era natural de Baltar, no concelho de Paredes. Era bombeira na corporação de Baltar e integrava as equipas do INEM.
A aeronave era pilotada pelo comandante João Lima, considerado um dos mais experientes pilotos ao serviço do INEM. Luís Rosindo seguia no lugar do copiloto; a bordo seguia ainda o médico espanhol Luís Vega. Nenhum sobreviveu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *