Morreram os dois feridos graves resultantes de um atropelamento ocorrido na tarde deste sábado em Rebordosa, no concelho de Paredes.
Pedro Leal, de 36 anos, conhecido por “espanhol” e José Nogueira de 30 anos, não resistiram à gravidade dos ferimentos e faleceram na madrugada deste domingo nos hospitais de São João e de Santo António, no Porto.

Recorde-se que os dois homens, de Rebordosa, juntamente com outras pessoas, foram colhidos por um carro, conduzido por um homem que se terá desentendido com várias pessoas, durante a tradicional matança do porco, realizada pelo Moto Clube de Rebordosa.

O condutor do carro abandonou a festa depois de ter sido convidado a sair e pegou no seu carro. Em alta velocidade, colheu várias pessoas que se encontravam na rua, deixando duas delas feridas com gravidade – as vítimas mortais deste atropelamento – e outras duas com ferimentos ligeiros.

O homem, emigrante em Inglaterra, seguia no carro com o filho com cerca de 13 anos. Depois de embater nas pessoas, seguiu por uma rua em contramão, embatendo em vários carros. Acabou por parar uns metros depois e fugiu. Foi depois entregar-se no Posto da GNR de Lordelo. Sujeito ao teste de álcool, apresentava uma taxa considerada crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *